Fatos Relevantes

Pedreira Beira Rio investe R$ 21 milhões em expansão (22/10/2014)
Empresa terá nova unidade de britagem

Leonardo Francia

Com o aporte, a Beira Rio, em operação desde 1980, aposta no crescimento da cidade e da região/Emerson Cleiton / Divulgação

A Pedreira Beira Rio, terceira maior do Estado, instalada em Uberaba (Triângulo), investe R$ 21 milhões em uma nova planta de britagem no município. O aporte, que vai gerar 50 empregos diretos, ajudará a cidade no processo de atração de outras indústrias, dos mais diversos segmentos. Entre eles da cadeia produtiva de fertilizantes, atraídos pela construção da planta de amônia da Petrobras.

De acordo com informações passadas pela empresa ao Executivo de Uberaba, parte dos recursos empregados na nova unidade foi financiada pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e outra parcela saiu do caixa da Beira Rio. Com a nova planta, ela pretende ampliar sua área de atuação, que hoje abrange 27 municípios da região.

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Uberaba, José Renato Gomes, explica que a ampliação da produção da Beira Rio "representa o fortalecimento da base industrial da cidade, uma vez que pedra e brita são insumos importantes da indústria da construção civil". "Com isso, outras empresas terão condições de investir na cidade", acrescenta.

Gomes enfatiza que a pasta de Desenvolvimento Econômico trabalha como uma equipe de vendas, com uma estratégia agressiva para captar e atrair investimentos para a cidade. Com esse olhar, a prefeitura mudou uma lei municipal que, há cerca de dois anos, impedia o Executivo de doar áreas a empresas para uso industrial. Agora é permitida a doação de terrenos e sua utilização está condicionada ao cumprimento do plano de negócios acertado previamente entre as partes.

A nova legislação leva em consideração a avaliação de 12 aspectos, entre eles o valor do investimento, a geração de empregos, o uso de tecnologia na produção, o faturamento e o plano de negócios da empresa. "Com isso, queremos estimular a vinda de empreendimentos. Temos o maior distrito industrial químico da América Latina, mas não estamos focados só neste segmento", destaca o secretário.

Ele lembra que vários empreendimentos da cadeia logística têm procurado o município e a expectativa é que essa demanda cresça ainda mais, em função da duplicação das BRs 262 e 050, a primeira em andamento e a segunda prestes a ser iniciada. Neste sentido, o Executivo também "reservou" 400 metros às margens da BR-262 para a implantação de empresas.

Gomes destaca ainda que o investimento de R$ 6 milhões da Construtora Triunfo, uma das responsáveis pela obra da BR-262, em uma fábrica de pré-moldados no município, é um bom exemplo do cenário que a prefeitura reverteu em favor da economia local.

Conforme já divulgado, a construtora pretendia levar a unidade para Goiás, mas foi atraída para Uberaba em função da vantagem logística e porque a prefeitura doou um terreno de 100 mil metros quadrados às margens da rodovia BR-262. A Triunfo também levou em consideração a presença da Pedreira Beira Rio, que também instalará sua nova planta às margens da rodovia.